Toda Inovação de Sucesso Precisa de um Líder e Propriedade

Esta é a quarta parte de uma série de artigos que analisa a necessidade de Inovação e compartilha alguns dos imperativos, exigências para criar e manter o “NOVO” nos negócios ou nas organizações. Este artigo concentra-se na necessidade de propriedade, como todas as inovações de sucesso precisa de um líder dentro da organização.

A Inovação necessita de propriedade, um líder dentro da organização. O líder deve convencer os outros a assumir riscos calculados e trabalhar um pouco – tudo bem, às vezes muito – fora de sua zona de conforto.

Frequentemente, os gerentes de desenvolvimento de produtos mais bem-sucedidos são os vendedores mais condescententes, talentosos e bem sucedidos dentro da empresa. Por que? Porque, como o líder, às vezes você deve ser capaz de construir consenso em torno de uma ideia nova e não testada e reunir um grupo heterogêneo de pessoas, que normalmente são altamente resistentes à mudança, para uma causa com um resultado incerto.

Falei recentemente com um CEO de uma empresa de produtos de consumo que expressou sua decepção – ele teve uma ideia para uma nova tecnologia em óculos de sol, mas sua companhia tropeçou e foi espancada no mercado por outras.

– Eu era o líder, disse ele. E eu acho que não conseguiu vendê-la internamente. Apesar da oportunidade única, os outros simplesmente não entenderam. Por isso, todos executaram, na maneira de falar. Mas seus corações não estavam nela. Eles estavam se movendo adiante por dever, não por paixão. E deixamos a bola cair.

E esse é o trabalho do proprietário, quando se trata de Inovação. Para mobilizar forças, capacitar, inspirar, obter os membros da equipe a ser partes interessadas no sucesso, ter e inspirar a paixão para obter o melhor resultado.

Propriedade e Equipes

Há certas realidades que temos de enfrentar. Mesmo com a posse adequada, às vezes as equipes não funcionam tão bem no ambiente de processo de Desenvolvimento de Novos Produtos (DNP). Os participantes podem simplesmente criticar – um projeto que não se concretizou é um alvo fácil para negatividade corporativa.

Mais uma razão para cada projeto de desenvolvimento de produto ter um poderoso líder/proprietário que é um líder de toda a empresa para o esforço

Alguns participantes são avessos ao risco. Eles não vão se sentir confortáveis para tomar uma posição que (eles acreditam) possa ser embaraçosa, impopular, ou – pior – prejudicial a carreira. Algumas pessoas simplesmente não gostam de tomar decisões e assumem uma atitude passiva-agressiva para as relações interpessoais.

Mais uma razão para cada projeto de desenvolvimento de produto ter um poderoso líder/proprietário que é um líder de toda a empresa para o esforço, o principal defensor e, possivelmente, responsável pela decisão final. Idealmente, um líder de equipe deve ser também um membro de equipe de outros esforços, para melhorar a fertilização cruzada de experiência e conhecimento. Além de prestação de contas, essa participação cruzada em múltiplos esforços de DNP aumenta o respeito e apoio mútuo para os esforços de cada um.

Procure a importância do “eu”na equipe.

Quem é o melhor líder?

Quem deve ser o proprietário/líder? O ideal é que ele ou ela seja um oficial ou membro executivo/gestão, com respeito, autoridade – e tempo e paixão para fazer as coisas acontecerem, conduzir o projeto adiante. No entanto, ele também pode ser um gerente de uma organização maior, especialmente se essa pessoa é respeitada e tem potencial de crescimento. Os gerentes de produtos com uma forte compreensão de sua linha são grandes candidatos.

O tamanho do grupo é importante, também. Para uma extensão de linha, talvez três a cinco membros de equipe seja um número viável, não muito grande ou pequeno. Ágil e capaz de funcionar. É evidente que o tamanho ideal do grupo é subjetivo, mas, na minha experiência, mais ágil é melhor e menos é mais. Certifique-se de que a Equipe está diversificada e respeita o “eu” em equipe.

Ao invés de ficar obcecado com o tamanho do grupo, no entanto, eu salientaria a importância de se manter reuniões de equipe organizadas regulares, com objetivos claramente definidos.

Pontos-chave para o líder de Inovação se lembrar são:

  • Face-a-face (em pessoa) é melhor
  • Manter uma data, hora, duração regular
  • Definir claramente os objetivos de reunião em uma agenda escrita, pré-distribuída
  • Incluir equipes multifuncionais: marketing, fornecimento, compras, vendas, operações, garantia de qualidade etc
  • Todos os participantes atualizarem suas responsabilidades antes da reunião
  • Revisão de DNP por nível de prioridade (A/M/B)
  • Definir os próximos passos, um plano de ação bem definido, dar seguimento e incutir prestação de contas

Algumas Dicas de Propriedade

Todos os envolvidos precisam se sentir verdadeiramente parte do processo e é incumbência do líder derrubar bloqueios “nós-contra-eles” em equipes multidisciplinares entre divisões:

  • Quem Conduz Esta Coisa?: Seu programa para a inovação sustentável deve ter um líder, um verdadeiro condutor do processo.
  • Onde Está a Paixão?: Selecionar os associados que se importam e são verdadeiramente apaixonados pelo produto e esforço. Chute descrentes para fora do bonde – isso é muito importante para descarrilar opositores.
  • Cursos Diferentes para Pessoas Diferentes: Atribuir uma tarefa específica para um “dono” dedicado – isso é fundamental para desencadear o melhor desempenho de cada membro da equipe do projeto.

Para definição e mais informações sobre Propriedade ou “Robert’s Rules of Innovation” clique aqui

Por: Robert F. Brands | Tradução por: Filipe Costa

 

Sobre o Autor

Robert F. Brands é Presidente e fundador de Brands & Company, LLC. Com experiência em introduzir innovação para o mercado, criando e melhorando processos e cultura de desenvolvimento de produto, entregou “ao menos um novo produto por ano ao mercado” resultando em crescimento lucrativo e valor ao acionista em dois dígitos.

 

Robert é o fundador de Innovation Coach.com, ele é palestrante em inovação e autor de “Robert’s Rules of Innovation, a 10-Step Program for Corporate Survival” com Martin Kleinman publicado em Março, 2010 por Wiley. O livro contem ferramentas de avaliação, dicas, capítulos sobre a importância de Propriedade Intelectual e mais. Para mais informação sobre Inspirar & Iniciar ou demais imperativos por favor visite: RobertsRules of Innovation.com.

Ad

STAY CONNECTED

 
Ad