Como Lidar com a Gestão da Inovação Quando Você é Pequeno?

Inovação é frequentemente vendida como motor de crescimento e pré-requisito para competitividade. No entanto, o processo é muitas vezes arriscado, especialmente para as pequenas e médias empresas em busca de formas de gerir com sucesso os seus novos produtos, serviços ou negócios de forma sistêmica e estável. Felizmente, ferramentas como "A.T. Kearney House of Innovation" estão disponíveis para emprestar um auxílio essencial.

Inovação é vendida como fator-chave para o crescimento e uma obrigação para ganhar reconhecimento e se manter competitiva. No entanto, a inovação é um negócio arriscado. Quando você gerencia uma pequena ou média empresa, você sabe que tem de inovar, mas não pode assumir um risco muito grande. Em tempos de crise a maioria das empresas se tornam ainda mais avessas ao risco. Portanto, as empresas buscam conhecimentos no que precisa ser feito para gerenciar com sucesso a inovação de uma forma sistemática e mitigar o risco. Um exemplo de abordagem simples, porém abrangente à gestão da inovação é o “AT Kearney House of Innovation”. A ferramenta abrange todas as dimensões da gestão da inovação – e mais importante – concentra essas dimensões no crescimento sustentável a partir da inovação.

Figura 1: “A.T. Kearney House of Innovation”

Click to enlarge

Estas dimensões da gestão da inovação são, por sua vez, interligadas.

Empresas orientadas para o crescimento criam uma estratégia de inovação para:

  • Definir metas de crescimento de acordo com seu nível de ambição e apetite por risco e compartilhá-las com seus funcionários;
  • Definir de onde o crescimento virá para o cumprimento dessas metas;
  • Preencher seu pipeline de inovação, em conformidade com as metas de crescimento.

Além disso, essa estratégia de inovação é definida pelas capacidades da organização e por sua cultura. Ao mesmo tempo, uma estratégia de inovação mais ambiciosa também pode desencadear a mudança organizacional e cultural. Se a estratégia de inovação prevê crescimento a partir da internacionalização, a capacidade de entrar em novos mercados vai exigir novas habilidades, bem como estruturas de marketing e vendas diferentes. A inovação direcionada a tecnologia exigirá educação e treinamento do pessoal para gerenciar com sucesso os projetos de inovação e o ciclo de vida da inovação. Neste sentido, a organização e a cultura são o lubrificante para transformar a estratégia de inovação em ação. Assim, as empresas orientadas para o crescimento:

  • Preparam sua organização para a mudança e inovação;
  • Desenvolvem um ambiente de aprendizagem;
  • Abraçam novas ideias, não importa de onde elas venham.

A organização está conduzindo o ciclo de vida da inovação. Não é apenas o gerente/proprietário da pequena empresa. O ciclo de vida da inovação começa com a gestão de ideias, o desenvolvimento da ideia em um novo produto, serviço, processo ou modelo de negócio e inclui o lançamento bem sucedido, sem esquecer da melhoria contínua da inovação. Empresas orientadas para o crescimento medem o tempo a partir do desenvolvimento da ideia para o lançamento bem sucedido (time-to-market), bem como para o ponto de equilíbrio (time-to-profit). Este último indicador é mais importante para obter transparência no sucesso da inovação. Além disso, as empresas orientadas para o crescimento têm, em média, 30% menor time-to-market do que seus concorrentes como mostra o banco de dados IMP³rove¹ de mais de 1.600 PMEs.

Isso significa que essas empresas estão muito mais cedo no mercado com seus resultados de inovação e obtêm receitas em até três meses mais cedo do que os seus concorrentes. Elas alavancam os fatores favoráveis​​ à inovação, tais como gerenciamento de projetos, controle dos projetos de inovação etc.

Empresas orientadas para o crescimento também medem as receitas e o lucro que ganharam de seus projetos de inovação. Transparência nos gastos com a inovação ajuda a melhorar a alocação de recursos e eliminar ineficiências nas diversas fases e atividades da gestão da inovação. Empresas orientadas para o crescimento medem:

  • As melhorias que alcançaram em seu time-to-profit;
  • A contribuição para as vendas e o lucro dos diversos projetos de inovação.

Pequenas e médias empresas podem avaliar a sua própria gestão da inovação ao fazer seu benchmarking com os campeões de crescimento. Mais de 3000 empresas já utilizaram a avaliação online IMP³rove. Ele compara o desempenho de gestão da inovação da empresa com o de seus concorrentes ao longo das cinco dimensões de gestão da inovação acima mencionadas.

O feedback de PMEs que têm utilizado a ferramenta de benchmarking IMP³rove afirma que:

  • Oferece uma excelente experiência de aprendizagem para as PMEs, permitindo-lhes compreender os diferentes aspectos da gestão da inovação e como elas influenciam a competitividade da empresa;
  • Fornece um relatório de avaliação comparativo detalhado e acionável ​​que apresenta os valores de referência da própria organização, da média e dos campeões de crescimento;
  • Aumenta a transparência no ambiente competitivo com o qual a PME tem de lidar.

Para as pequenas empresas, em particular, é bastante difícil obter insights práticos de gestão da inovação em estado da arte e do ambiente competitivo. Com a Abordagem IMP³rove, é um investimento de cerca de metade de um dia para coletar os dados necessários e preencher o questionário de benchmarking – tempo que é bem investido para desenvolver ainda mais o seu próprio desempenho de gestão da inovação, o negócio de uma forma segura e novas forças em resposta ao ambiente em constante mudança.

Fazer a avaliação comparativa de seu desempenho gestão da inovação – e tomar medidas onde necessário, reduz o risco de se tornar um retardatário em seus mercados ou ainda pior: ser batido pela crise econômica.

Por: Kai Engel e Eva Diedrichs | Tradução por: Filipe Costa

Benchmarking de suas capacidades de gestão da inovação


A IMP³rove – European Innovation Management Academy oferece uma avaliação comparativa on-line sobre gestão da inovação em www.improve-innovation.eu. O relatório de avaliação comparativa IMP³rove fornece a pequenas e médias empresas novos insights sobre as suas capacidades de gestão da inovação, em comparação com seus concorrentes, indicando a diferença para os campeões de crescimento e a média.

Figura 2: Visão geral da Avaliação IMP³rove sobre os resultados de benchmarking. Fonte: IMP³rove Benchmarking Report.

Os passos para receber um relatório de avaliação comparativa individual são simples:

  1. Cadastre sua PME no website IMP³rove
  2. Preencha o formulário de inscrição
  3. Preencha o questionário de Avaliação IMP³rove
  4. Solicite o relatório de Benchmarking IMP³rove selecionando a sua amostra de benchmarking preferida (setor de indústria, país, tamanho e idade das empresas que você deseja se comparar) e o idioma preferido para o seu relatório de avaliação comparativa IMP³rove.
  5. Salve o seu relatório de Benchmarking IMP³rove individual
  6. Tome as ações nas áreas que precisam ser melhoradas

O IMP³rove – European Innovation Management Academy (sem fins lucrativos) deve apoiar as regiões para integrar as ferramentas IMP³rove em novos programas para melhorar a capacidade de gestão da inovação das PMEs. Para o efeito o IMP³– European Innovation Management Academy é apoiado pela Comissão Europeia, Direção Geral Empresas e Indústria.

Sobre os Autores

 

Kai Engel é Diretor e Sócio da A.T. Kearney e líder global de Prática de Gestão de inovação e P&D , bem como Prática de Operações em DACH.

 

 

Eva Diedrichs é consultora sênior da A.T. Kearney e gerente de projetos do IMP³rove e do lançamento do IMP³rove – European Innovation Management Academy (sem fins lucrativos).

 

 


[1] IMP³rove é uma Iniciativa de European Commission, DG Enterprise and Industry para melhor apoiar gestão da inovação

Ad

STAY CONNECTED

 
Ad